,

Livro: 1001 Questões Comentadas de Direito Internacional Público

domingo, 16 de outubro de 2011 Deixe um comentário


Já pensou em ser Analista da Câmara dos Deputados? Diplomata? Procurador do Banco Central? Defensor Público da União? Juiz Federal? Consultor Legislativo? Analista de Comércio Exterior?  Todas essas carreiras têm em comum a disciplina Direito Internacional Público em suas provas de seleção. 

No intuito de tornar o estudo do Direito Internacional Público mais dinâmico e de preparar o concurseiro para enfrentar as questões do CESPE, os autores Igor Rodrigues e Camila Vicenci elaboraram o livro 1001 Questões Comentadas de Direito Internacional Público - CESPE, que além das 1001 questões, traz comentários claros e objetivos sobre cada uma delas.





 De forma bastante organizada, as questões do livro foram divididas em 12 capítulos, que vão desde os sujeitos do Direito Público Internacional Público, Organizações Internacionais, Fontes do Direito Internacional Público até a Responsabilidade internacional.

Trata-se do livro sobre Direito Internacional  para concursos mais completo e organizado que conheço e, por tal motivo, recomendo a todos os leitores!


Para não perder o hábito, sortearemos 01 exemplar do livro 1001 Questões Comentadas de Direito Internacional Público - CESPE entre os leitores que acertarem as 03 questões abaixo (e, claro, enviarem seu nome, início de e-mail ex.: andre@t.....  e o nome de sua cidade). Para participar, basta ir em "Deixe seu comentário" responder e clicar em "postar comentário". As respostas dos leitores serão liberadas no dia 16 de novembro e o nome do ganhador será divulgado no dia 17/11. Boa sorte a todos!

As questões abaixo estão certas ou erradas? Justifique cada uma delas:

1 - CESPE/OAB/2009.3) - A soberania é o atributo que impede um Estado impor-se sobre outro.

2 - (CESPE/OAB/2209.3) A ONU pode dominar a legislação dos Estados participantes.

3 - (CESPE/Consultor Legislativo do SENADO/2002) - O direito civil influenciou em grande medida a formação de institutos do direito internacional público.








5 comentários »

  • Josicleide disse:  

    Nome: Josicleide da Silva Vicente.
    E-mail: josikleydhe@hotmail.com
    Cidade: Santa Rita/PB

    Respostas.

    Questão 1) CERTO. Partindo do pressusposto da igualdade entre os estados, o Direito internacional Público reconhece aos Estados a soberania sobre seus assuntos internos, não sendo dado a qualquer outro imiscuir-se nesse tema, a soberania é atributo exclusivo do Estado, como pessoa jurídica de direito público internacional.

    Questão 2) ERRADO. É princípio basilar do direito internacional Público a soberania do estado,de tal sorte que, a exeção daquelas hipóteses em que previamente houver concordância estatal tal como ocorre com algumas matérias no âmbito da União Europeia, o estado preserva sua plena capacidade legislativa a qual não pode sersuplantada por uma organização internacional.


    Questão 3) CERTO. O direito internacional Público compartilha uma similaridade essencial com o Direito Civil: a existência originária de igualdade entre as partes. Disso decorreu, em sua formação, a absorção de vários conceitos ja presentes na doutrina civilista, especialmente no que diz com os aspectos do Direito Civil mais voltados a relação entre os indivíduos, sendo o melhor exemplo o princípio pacto sunt sevanda, que norteia ambos os ramos do direito.

  • Anônimo disse:  

    Respostas:
    1. certo
    2. errado
    3. certo

    Nome: Querubina Aurélio Bezerra
    e-mail:querubinabezerra@yahoo
    Cidade: Fortaleza

  • Anônimo disse:  

    Andrea Campelo - dreka.rn@gmail.... - Natal/RN
    1 - CESPE/OAB/2009.3) - A soberania é o atributo que impede um Estado impor-se sobre outro.
    CERTO. Pois, considerando que existe a igualdade entre os Estados, reconhecidamente vista pelo Direito Internacional Público, é direito exclusivo de cada Estado a soberania sobre seus assuntos internos.

    2 - (CESPE/OAB/2009.3) A ONU pode dominar a legislação dos Estados participantes.
    ERRADO. Pois no âmbito do direito internacional a soberania, importante característica do palco internacional, preserva a capacidade legislativa do Estado, não podendo assim ser suprimida por organização internacional. Exceto nas situações em que houver prévia concordância entre os Estados.

    3 - (CESPE/Consultor Legislativo do SENADO/2002) - O direito civil influenciou em grande medida a formação de institutos do direito internacional público.
    CERTO. De modo que apresentam similaridades, como a existência originária de igualdade entre as partes, especialmente no que diz respeito à relação entre os indivíduos.

  • Webcid disse:  

    O tempo muda, tudo muda, antigamente algumas poucas pessoas se aventuravam em concursos e ingressar na vaga disponível já foi bem menos complicado. Poucas pessoas interessavam ser servidores públcos, outros apenas desejavam estar trabalhando em órgãos de destaque como a Receita Federal. Hoje em dia prestar concursos consecutivos já é uma ocupação e ela rende, atualmente, oportunidades de trabalho como nos cursinhos.

    Olegário Costa
    www.webcid.com.br

  • Anônimo disse:  

    1)CERTO. No âmbito externo, a soberania compreende a ideia de ingerência entre os Estados. De tal entendimento decorre a igualdade de todos os Estados na comunidade internacional.

    2)ERRADO. Não pode a ONU "dominar" a legislação de um país, tendo em vista que, internamente,a soberania se manifesta pela constituição de um sistema de normas jurídicas que se ocupa do comportamento de uma população em determinado território independente.

    3)CERTO. O DIP, de fato, assimilou institutos do direito civil. Principalmente aqueles relacionados ao direito dispositivo das partes poderem flexionar seus direitos quando da resolução de conflitos perante as Cortes Internacionais.

  • Deixe seu comentário!